Crescimento e especialização produtiva da agropecuária entre estados do nordeste brasileiro
PDF (Português (Brasil))
HTML (Português (Brasil))

Palabras clave

desenvolvimento rural sustentável
crescimento da agropecuária
especialização produtiva

Cómo citar

de Oliveira-Ferreira, M., & Lopes de Vasconcelos, K. S. (2014). Crescimento e especialização produtiva da agropecuária entre estados do nordeste brasileiro. Economía Sociedad Y Territorio. https://doi.org/10.22136/est002014397

Resumen

O objetivo do trabalho consistiu em analisar a especialização produtiva da agropecuária no nordeste, considerando uma análise entre os estados da Bahia, Pernambuco e Ceará. O método utilizado neste estudo consistiu do índice de especialização e análise de dados do último Censo Agropecuário. Na análise comparativa entre os estados, Pernambuco apresenta-se com uma estrutura produtiva mais concentrada relativamente aos demais estados. Conclui-se que são cada vez mais necessárias políticas específicas voltadas para os municípios e/ou estados que não receberam os mesmos incentivos, no intuito de amenizar o processo acelerado de migração rural-urbana.
https://doi.org/10.22136/est002014397
PDF (Português (Brasil))
HTML (Português (Brasil))

Citas

Alcântara-Filho, José Luiz, Paulo Roberto Scalco e Adriano Provezano Gomes, (2008), “Transformações na agricultura brasileira: uma abordagem espacial dos Censos Agropecuários de 1996 e 2006”, em XLVI Congresso da Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural, 20-23 de julho, Rio Branco.

Ferreira, Monaliza de Oliveira, Lúcia Maria Ramos e Antônio Lisboa Teles da Rosa, (2006a), “Crescimento da agropecuária cearense: comparação entre as produtividades parciais e totais”, Revista de Economia e Sociologia Rural, 44 (3), Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural, Rio de Janeiro, pp. 503-524.

Ferreira, Monaliza de Oliveira, Lúcia Maria Ramos e Antônio Lisboa Teles da Rosa, Patrícia Verônica Pinheiro Sales Lima, Lucas Antônio de Souza Leite (2006b), “Especialização produtiva e mudança estrutural da agropecuária cearense”, Teoria e Evidência Econômica, 14 (26), Universidade de Passo Fundo, Passo Fundo, pp. 91-111.

Ferreira, Monaliza de Oliveira e Yony de Sá Barreto-Sampaio (2009), “Estudos para a implantação de mercados futuros de manga e uva no Brasil como solução para alavancar as exportações de frutas tropicais”, Revista Desenbahia, núm. 11, Agência de Fomento do Estado da Bahia, Salvador, pp. 67-98.

Garcia-Gasques, José e Carlos Monteiro-Villa Verde (1990), “Crescimento da agricultura brasileira e política agrícola nos anos oitenta”, texto para discussão núm. 204, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, Brasília, pp. 1-26.

Garcia-Gasques José e Junia Cristina Peres-Rodrigues da Conceição (1997), “Crescimento e produtividade da agricultura brasileira”, Texto para discussão núm. 502, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, Brasília, pp. 7-21.

Garcia-Gasques, José e Junia Cristina Peres-Rodrigues da Conceição (2000), “Transformações estruturais da agricultura e produtividade total dos fatores”, Texto para discussão núm. 768, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, Brasília, pp. 5-59.

Garcia-Gasques, José e Junia Cristina Peres-Rodrigues da Conceição (2000a), “Transformações estruturais da agricultura e produtividade total dos fatores”, Texto para discussão núm. 768, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, v.1,Brasília, pp. 7-47.

Garcia-Gasques, José e Junia Cristina Peres-Rodrigues da Conceição (2000b), “Preços agrícolas”, Produtividade total dos fatores na agricultura, núm. 165, São Paulo, p. 3-7.

Garcia-Gasques, José, Brancolina Ferreira e Júnia Cristina Peres-Rodrigues da Conceição (orgs.) (2001), Transformações da agricultura e políticas públicas, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, Brasília.

Gonçalves-Silva, Carlos Alberto (2009), “Condicionantes da produtividade total dos fatores no crescimento da agropecuária brasileira”, Trabalho apresentado em 47o Congresso da Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural, 26-30 de julho, Porto Alegre.

IBGE-Censos Agropecuários (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística-Censos Agropecuários) (1970, 1975, 1980, 1985, 1995, 1996 e 2006), Coordenação do Censo Agropecuário, Rio de Janeiro.

IBGE-PAM-PPM (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística-Pesquisa Agrícola Municipal-Pesquisa Pecuária Municipal) (2005, 2006, 2007, 2008, 2009 e 2010), Sistema de Informações sidra, www.sidra.ibge.gov.br, Diversos acessos em setembro e outubro de 2010.

Magno-Mendes, Sérgio, Erly Cardoso Teixeira e Márcio Antônio Salvato (2009), “Investimentos em infra-estrutura e produtividade total dos fatores na agricultura brasileira: 1985-2004”, Revista Brasileira de Economia, 63 (2), Fundação Getulio Vargas, Rio de Janeiro, pp. 91-102.

Padrão, Glaucia de Almeida, Marília Fernandes Maciel Gomes e João Carlos Garcia (2012), “Determinantes estruturais do crescimento da produção brasileira de grãos por estados da federação: 1989/90/91 e 2006/07/08”, Revista Econômica do Nordeste, 43 (1), Banco do Nordeste-ETENE, Fortaleza, pp. 52-66.

Presotto-Nunes, Sidemar (2008), “Censo agropecuário demonstra aumento das escalas de produção e redução das ocupações agrícolas”, Trabalho apresentado em 3º Encontro da Rede de Estudos Rurais, 9-12 de setembro de 2008, Campina Grande.

Rosa dos Santos, Gesmar e José Eustáquio Ribeiro-Filho Vieira (2012), “Heterogeneidade produtiva na agropecuária brasileira: elementos estruturais e dinâmicos da trajetória produtiva recente”, Texto para discussão núm. 1740, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, Rio de Janeiro, pp. 7-28.

Vieira-Filho, José Eustáquio e José Maria Mendes Jardim da Silveira (2012), “Mudança tecnológica na agricultura brasileira: uma revisão crítica da literatura e o papel das economias de aprendizado”, Revista de Economia e Sociologia Rural, 50 (4), Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural, Brasília, pp. 721-742.

Licencia Creative Commons
Esta obra está bajo una Licencia Creative Commons Atribución-NoComercial-SinDerivar 4.0 Internacional.